Udon anuncia Mega Man Mastermix (e você deveria estar feliz por causa disso)



     Anunciado pela editora Udon na Comic-Con,  Mega Man Mastermix é, na prática, mais uma das várias reedições de material já publicado pelo mangaká Hitoshi Ariga. Pode não parecer muito, mas deixa de ser algo bom,  já que nem todos puderam ter acesso a sua versão mais séria - porém respeitosa - da série Mega Man. Mas a Udon - que já tem uma certa tradição com materiais relacionados a Mega Man no ocidente - não iria apenas relançar um mesmo material com um nome diferente para se assemelhar a um produto novo. Há um grande diferencial entre Mega Man Mastermix e outros encadernados.

Street Fighter da Udon: Um indicativo
do que teremos pela frente?

     Ao invés de apenas alguns extras e quadros redesenhados, as histórias serão totalmente colorizadas. Essa tarefa ficará a cargo de Josh Perez, que já trabalhou com HQs de Transformes e Street Fighter. Suas cores pendem um pouco ao lado mais "animesco", casando bem com o estilo de arte dos personagens de Mega Man. Porém, talvez fosse mais interessante que o próprio Ariga colorisse as suas artes. As edições serão trimestrais e contarão com oitenta páginas cada. O lançamento está previsto para janeiro de 2018, mas sem uma data específica.  

Mega Man e Hitoshi Ariga: Dois velhos de guerra

     E por que isso é tão digno de nota? Bem, Hitoshi Ariga não é um mangaká qualquer. Ele é aquilo que os fãs mais querem quando se trata de adaptações: um verdadeiro fã da série. Mais que isso, inclusive. Suas artes já povoaram jogos como Rockman & Forte (vai dizer que vocês nunca notaram que a capa desse jogo possui um estilo de arte um tanto quanto diferente do resto da série?). Além disso, Ariga é um artista bastante zeloso com seu
Mega Man 9 por Hitoshi Ariga
material, e certamente não deixaria qualquer um colori-lo sem sua aprovação. O que traz 
outro ponto a tona: fora uma coletânea aqui, outra arte promocional acolá, Ariga tem ficado mais longe da série Mega Man do que eu gostaria. Isso pode se explicar pelo fato dele não ser simplesmente um qualquer. Os últimos jogos da série Pokemon contaram com suas artes. Mas ainda sim, já faz um bom tempo desde que Ariga lançou algum material inédito de Mega Man. Talvez Mastermix seja o que ele precisa para voltar a desenhar. Oras, Mega Man 9 contou apenas com um breve one-shot seu, e Mega Man 10 não teve absolutamente nada. São dois jogos que em suas mãos tem potencial para render. Quem viu o que Ariga fez com Mega Man V (Gameboy) há de concordar comigo. Em tempos de Mega Man live-action holywoodiano e de Ian Flynn e sua versão pseudo madura da série, Ariga é mais que necessário. Fãs adoram eleger messias. Inafune já foi um, mas agora já foi "impeachmado" de seu posto sacrossanto. Querem um novo nome? Hitoshi Ariga. Ele não é programador, game-designer ou coisa do tipo. Mas é alguém que está a cerca de vinte anos produzindo bom material de Mega Man. E acabou de dar sinal de vida. Estou mesmo errado por me animar com isso?


Imagem completa da capa de Mega Man Mastermix.
Eu não poderia deixar de incluir essa imagem aqui, poderia?


     Fonte: Rockman Corner
Share on Google Plus
    Blogger Comment

3 Comentários:

  1. Vai vir para o Brasil?

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente, ao que tudo indica, não. Talvez seja possível comprar na Book Depository.

    ResponderExcluir
  3. Não é impossível, mas é improvável. Mas a Book Depository é de fato uma ótima solução. Cheguei a publicar um tutorial de como comprar por lá caso interesse. http://www.rockmancentral.com.br/2015/08/dicas-de-importacao-1-book-depository-e.html

    ResponderExcluir