A falácia de Mega Man X7

Via: Playstation Blast

     Mega Man X7 é talvez o jogo da série Mega Man que mais leva pedradas do público. E ao contrário do que eu comumente faço, eu não vou dizer que essas pessoas estão erradas. Longe disso, há inúmeras razões para detestar o dito cujo. Mega Man X7 ocupou o nicho de "Mega Man 3D para consoles de mesa", que poderia ter sido ocupado por um título da série Legends. Também bagunçou o cânone da série, pois a série X já havia tido dois finais até então, com o último deles já sendo levado em conta pela Inti Creates na série Zero. E se motivos extra-jogo não fossem o suficiente, a câmera falha, level design pouco usual e gráficos que já nasceram datados só colaboram com a má reputação do jogo. Só que ainda sim, há quem goste dele. E de novo, não vou ser contra quem tem tal postura. Gosto é pessoal, e um mísero e irrelevante detalhe pode ser significativo o suficiente para que o jogo tenha apelo para alguém. O problema surge quando, por conta dessa relação mais pessoal, certos jogadores afirmam categoricamente que o jogo é bom, e que quem nega isso está definitivamente errado. Pior, afirmam que o jogo está dentro do esperado, e que a falta de polimento na verdade era esperada de um jogo de 2003, ainda no "começo" da terceira geração.

Conheço um jogo que quebra
 essa argumentação...

     Aqui a coisa fica indefensável. O Playstation 2 foi lançado em 2000, já possuindo aproximadamente três anos de estrada quando Mega Man X7 foi lançado. O Playstation 2 ainda teria uma vida muito ativa depois desse ano, e muitos de seus jogos mais lembrados viriam de 2004 para frente, mas dizer que 2003 era, de fato, o começo da geração e que os jogos eram todos nesse nível é um tanto forçado. Até porque, um jogo como Ico já existia nesse período. Mas esse argumento não se estende apenas ao console da Sony, mas a própria Capcom. O que também não está realmente correto. Devil may Cry, um jogo que também se passa em um ambiente tridimensional como X7, foi lançado em 2001. O segundo Devil may Cry foi lançado no mesmo 2003 que Mega Man X7. E mesmo falando em Mega Man, é válido lembrar que a série Legends já havia ganhado dois jogos principais e uma side-storie antes da criação de X7, em um console de geração anterior. Voltando a sexta geração, Mega Man Network Transmission foi lançado no mesmo 2003 que X7, mas no Gamecube. A aquela altura do campeonato, a Capcom já possuía sim certa experiência com o Playstation 2, com gráficos 3D e os mesmos empregados em Mega Man.

Mega Man Network Transmission: A jogabilidade era 2D,
 mas os gráficos não

     E esse é o problema de se defender Mega Man X7 com tais argumentos. Eles são falsos, falaciosos e não levam em conta o histórico do console, da Capcom e da própria série Mega Man. Se X7 é o que é, ele o é por seus próprios motivos, não porque o universo conspirou para isso, e que por conta disso o jogo é indefectivelmente bom. Continue gostando do jogo, ou se esforce em mostrar seus pontos positivos. Há quem goste de Axl, da história do jogo ou da "ousadia de levar Mega Man X ao mundo 3D", que levando em conta o que foi dito acima, também não é nada lá muito ousado. A única forma de seguir afirmando que X7 está dentro dos padrões da época é ignorando que existiu de fato um padrão, o que é uma postura reprovável em uma discussão séria.
Share on Google Plus
    Blogger Comment

4 Comentários:

  1. Mariela Hasslmenn Cançerleir26 de junho de 2017 17:44

    Muito bom , já o x7 mais ou menos .

    ResponderExcluir
  2. Sou de defender o x7 mas talvez isso pq eu nunca joguei olhando os gráficos do jogo, joguei DMC2 e nem percebi q ele tinha esses gráficos bons já X7 me proporciono tanta diversão q zerei mais de 3 vezes, tenho ate vontade de jogar dnv mas meu ps2 n ta funcionando tao bem. Esse do megaman NT me deixo puto pq os bosses são muito chatos ficam espammando seus golpes dae quase n vejo brecha pra atacar kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Agradeço =D E o X7 é mais ou menos mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Então, se os gráficos ou qualquer outro aspecto não te incomodaram, eu não vou dizer que você está errado ou algo do tipo. Gosto é algo pessoal, e eu respeito isso. Já o Network Transmission, ele é bem complicado mesmo, mas eu diria que ele é um jogo que recompensa quem tem paciência para entender a sua funcionalidade.

    ResponderExcluir