Myth-Buster #2 - Desvendando pequenos boatos


     Já tem um certo tempo que não publico nenhum texto dessa sessão, e tenham certeza de que isso não me agrada muito. Para compensar a demora, irei fazer fazer um artigo um tanto diferente do anterior. Ao invés de analisar apenas uma teoria a fundo, irei analisar vários boatos comuns em comentários e postagens, e determinar se são verdadeiros ou falsos. Ou seja, ao invés de um tema, investigaremos seis deles de uma vez. Caso seja difícil ler o que está escrito nas imagens, é só clicar nelas que todas se tornam perfeitamente legíveis.


     Mas não se esqueçam, os princípios do post anterior também valem para esse:
     - Se você tem uma tese, cabe a você comprová-la, não aos outros desmenti-la que sem que você tenha dado alguma prova antes. O nome disso é "Falácia da inversão do ônus da prova"

     - O fato dos criadores dos jogos não terem desmentido algo sobre a série não torna isso automaticamente verdade. Dizer que algo é verdade por que o Inafune ou a Capcom nunca negaram diretamente,  mesmo não havendo provas que confirmem a tese - inclusive se os jogos indicarem o contrário - é uma falácia. O nome dela é "argumentun ad ignorantiam", ou em português "falácia do apelo a ignorância"

     - É preciso ter em mente que suas projeções ou desejos quanto aos rumos de Mega Man não são necessariamente o melhor caminho para a série. Querer que coisa "A" aconteça ou que coisa "B" seja explicada é algo normal, mas nem sempre é uma necessidade da série ou tampouco é viável. Não veja furos onde não existem



#1 - A origem da série e do personagem Mega Man





     Vamos começar com uma comentário que vem se tornando bastante recorrente: o que Keiji Inafune não foi o criador de Mega Man. Isso é verdade? Em termos, mas da forma como tal fato costuma ser descrito, ele pende mais a mentira que a verdade. Jogos muitas vezes são criados em comitiva, e cada membro dela executa uma tarefa específica, sob o comando de um designer/produtor que define como o jogo será (ou porque não dizer, em muitas vezes, os acionistas dizem o que querem vender, e deixam uma equipe encarregada de transformar tal ideia em jogo). Mega Man foi idealizado dessa forma inicialmente, pois foi um projeto planejado pela Capcom para introduzir a empresa no mercado de consoles de mesa, principalmente no NES. Esse projeto foi criado em comitiva inicialmente, mas mais adiante foi passado para a tutela de Keiji Inafune, que comandou uma pequena equipe de apenas seis pessoas, e executou diversas funções na criação de seu jogo. Ou seja, Inafune pegou a base de um projeto em andamento e um rascunho de um personagem e seu projeto de jogo, lhes deu vida e os transformou  em uma série, e tal série e franquia multimídia. Ou seja, Inafune não criou o conceito do personagem Mega Man e seu jogo, mas foi ele quem de fato transformou seu projeto em jogo e franquia. Alguém pode até dizer que ele não é o "pai biológico" da série, mas ele de fato é seu "pai adotivo" que o cuidou dele desde seu nascimento. Portanto, meia verdade.

Obs: Quer rir um pouco? Pesquise Akira Kitamura no Google Imagens, e veja que você irá encontrar mais fotos do Keiji Inafune que do próprio Kitamura. Outra coisa curiosa é que ele só foi creditado praticamente em três jogos em sua carreira, o que da a entender que ou ele teve uma carreira curta.

#2 - A primeira criação de Dr. Light





     Esse é um caso complicado, provavelmente originado por uma troca de termos. Se ao invés de dizer que Proto Man é o primeiro robô, tivesse sido dito que ele é o primeiro robot-master (termo que para todos os efeitos, surgiu nas versões americanas, mas ainda há uma diferenciação entre os robôs comuns e os mais avançados nas versões japonesas), estaria correto. Já ele ser o primeiro robô é algo muito difícil de ser verdade, e saber com exatidão qual foi o primeiro beira o impossível. Não nos esqueçamos, Dr. Light estudava robótica desde o seu tempo de faculdade, é difícil conceber que em todo esse período desde sua juventude até a velhice, ele só foi terminar seu primeiro robô com Proto Man. Ou seja, ou é falso, ou é um mal entendido vindo da  troca de termos. 

Obs: Em Mega Man Gigamix, Dr. Light e Wily são mostrados ainda jovens construindo um robô. Seria esse o primeiro robô deles?


#3 - Green Biker Dude



     Sabe aquela máxima de que não existe nada mais chato que explicar uma piada? Pois é, nesse caso terei que fazer exatamente isso. Não tenho certeza se tal comentário foi dito como brincadeira ou se foi sério, mas como o seu autor parecia levá-lo a sério (e algumas outras pessoas que viram também), vou tratá-lo como tal. Não irei gastar tempo dizendo quem é o Green Biker Dude, se alguém tiver dúvidas é só jogar a fase inicial de Mega Man X2. Prosseguindo, o autor de tal texto desconhece o fato de que o Green Biker Dude é apenas um figurante, nada mais que isso. Ele era apenas um Hunter comum que foi morto para dar mais peso ao jogo, dando a sensação que estávamos diante de um conflito de grandes proporções, e que a ameaça de morte era iminente. Só que ele acabou chamando a atenção do fandom e caiu nas graças dele, se tornando praticamente um mascote dentro do imaginário popular dos fãs de Mega Man X. E é só isso. Não há nenhuma fonte que comprove que sequer havia planos para um "terceiro" (e notem que no jogo final nem há um segundo, que dirá um terceiro) personagem jogável (e não se esqueçam, nem Zero foi apontado como possível personagem jogável em X2, tornando essa história ainda mais inverossímil) , o que temos é justamente o contrário, fazendo com que Green Biker Dude seja um figurante que se tornou uma figura "folclórica" do fandom de Mega Man X. Nada mais, apenas uma brincadeira, que não imaginei que alguém levaria a sério. Ou seja, mito.

Obs: A brincadeira do Green Biker Dude pegou tanta gente que até Iwamoto Yoshihiro (o mangaká responsável pelo mangá da série Mega Man X) entrou na roda. Em seu mangá, ele criou um personagem chamado Boy, que além de se parecer com o Green Biker Dude, acaba tendo o mesmo destino que ele.

#4 - X6 e a linha do tempo da série


     Esse é um erro bem comum que algumas pessoas cometem, mas a culpa nesse caso é exclusivamente da Capcom e da "salada cronológica" que ela fez com a série X. Mega Man X5 foi concebido sem que Keiji Inafune interferisse de maneira muito direta no jogo, mas nem por isso ele deixou de fazer certas exigências, e a maior delas é que ele fosse o último capítulo da série X. Porém, a Capcom iniciou a produção de X6 antes mesmo de X5 ser lançado, sem que Inafune tivesse conhecimento, e quando o mesmo percebeu o que a Capcom estava fazendo, viu que tinha um problema em mãos. O final de X5 foi feito de forma a ser um gancho para Mega Man Zero, série que daria sequência a cronologia oficial da franquia. Porém, muitos dos acontecimentos de X6 atrapalhariam a existência da série Zero, e para evitar furos de lógica, a série Zero foi modificada de modo a se encaixar em X6 (o jogo onde isso fica mais claro é Mega Man Zero 3). Mas Inafune de fato não gostou de X6, e considera sua existência um dos pontos mais baixos de sua carreira. Se dependesse dele, o jogo não existiria, mas como ele existe, ele foi considerado na hora de criar a série Zero (o mesmo já não aconteceu com X7 ou X8, por exemplo, pois a série Zero já estava em andamento e mais alterações poderiam comprometê-la). Ou seja, para bem ou para mal, Inafune incluiu X6 no cânone, mas se dependesse dele o jogo nem deveria existir, portanto dizer que X6 não é canônico é mito ,mas dizer que o Inafune é contra ele é verdade.

Obs: X7 e X8 não são vistos como canônicos por boa parte do fandom pois seu enredo não se encaixa na linha do tempo da franquia. Por outro lado, a Capcom os lançou como títulos oficiais, bagunçando totalmente a série X. Ou seja, eles não se encaixam, mas são títulos oficiais. 

#5 - Astroboy e Mega Man


     Esse é mais um caso onde temos uma meia verdade. Sim, Keiji Inafune já admitiu que Astro Boy foi uma das inspirações (e não a única, como alguns dizem). Mas usar essa inspiração como chamariz para dizer que as franquias são quase da mesma família, sendo que nem a Tezuka Productions, que dirá o próprio Tezuka tiveram envolvimento com Mega Man, é no mínimo forçado. Quando a "vingança", até que se prove o contrário é apenas hoax. Um jogo de Astro Boy foi lançado em 1988 para o Famicom feito por ninguém menos que a Konami, e antes que perguntem, a Capcom não teve nenhuma ligação com ele. Anteriormente a isso, Mega Man já estava sendo criado com a intenção de ser uma nova franquia que simbolizasse a Capcom no mercado de consoles de mesa. Licenciar uma franquia que não era dela não bate com a ideia de criar uma marca própria para ganhar visibilidade. Quanto ao Astro Boy ter aparecido no final, aquilo na verdade era o Rock voltando a sua forma humana, só que ao contrário dos jogos seguintes onde ele possuía um cabelo mais arrepiado, no primeiro Mega Man o cabelo dele ainda lembrava muito o do Astro Boy. Foi apenas uma referência.

Obs: é provável que o cabelo de Rock tenha ganho outro penteado a partir de Mega Man 2 justamente para evitar que ele e Astro fossem confundidos, ou para livrar a Capcom de um possível processo por plágio. Ou talvez não seja nada do tipo, pode ser meramente algo feito para dar mais identidade ao Rock (e se for isso, pra mim funcionou bem).

#6 - E o grand finale: X e Alia

Clique na imagem para ampliá-la

     Não citei as fontes dos outros prints para evitar expor negativamente quem os escreveu, pois infelizmente se hostiliza as pessoas na internet por pouca coisa. Mas como esse se trata de um texto da Wikipedia, é até melhor que o mesmo seja exposto para que haja a possibilidade de ser melhorado. Quanto a um possível romance entre Alia e X, é bom antes de tudo definir que há uma certa diferença entre apenas "shipar" e fazer especulação baseada no enredo. Um ship é algo que reside na área do desejo, independente de informações oficiais (podendo até transcender as franquias de origem dos personagens "shipados"). Em muitos casos, é mais uma projeção dos desejos do "shipador" do que algo que de fato acontece ou pode acontecer na obra original. Por outro lado, se quisermos procurar possíveis casais (mesmo que implícitos, como Zero e Iris, já que falamos de Mega Man) em obras de ficção, temos que recorrer ao que a obra em si nos diz. As diferenças entre os diálogos da Alia com o X para com os outros personagens é irrisória, e essas mesmas diferenças não indicam que ela tenham nenhum carinho especial por X. Na verdade, em um primeiro momento, ela se demonstra um tanto impessoal com X e Zero, se tornando mais amiga deles com o tempo. O mais próximo de um romance que Alia teve nos jogos foi com Gate, vilão de Mega Man X6. Ambos trabalharam juntos no passado, e demonstram ter uma ligação emocional que pode ter sido apenas uma amizade antiga, quanto um relacionamento real. Já X não demonstra carinho especial por nenhuma personagem feminina nos jogos, e da forma que é mostrado nos jogos, X vê Alia apenas como uma amiga e companheira de trabalho. Portanto, mito ou simplesmente ship.


Eu sei que é isso que vocês querem, mas dificilmente
 isso vai acontecer (Via: M-Terranova)
Obs: Mesmo que nunca mostrado explicitamente, é fácil imaginar que nos mangás, X e Marty (personagem original do mangá) pudessem ter tido algum tipo de relacionamento em algum momento. Porém, é controverso tentar incluir o mangá no cânone oficial da série. 

Por Fim...

    É válido lembrar que a intenção aqui não é fazer escárnio de ninguém. Todos nós erramos e é sempre bom aprender com nossos erros, então caso alguém notar que teve seu comentário aqui, não se sinta ofendido, pois em muito tais comentários só foram usados de forma a ilustrar ideias comuns que o fandom de Mega Man tem, mas que em muito são duvidosas. Para que façamos uma leitura correta da série, e assim cobremos algo da Capcom, temos que ter em mente a real natureza da série, e fundamentarmos nossas ideias em fatos sólidos, não em teorias apocalípticas e boataria. E que venham mais mitos para que possamos investigar ainda mais a série Mega Man!

Fontes:

http://www.giantbomb.com/akira-kitamura/3040-101725/


http://wiki.themmnetwork.com/index.php?title=Akira_Kitamura


http://www.giantbomb.com/legendary-wings/3030-7717/

http://megaman.wikia.com/wiki/Doctor_Thomas_Light


http://megaman.wikia.com/wiki/Robot_Master

http://legendsoflocalization.com/qa-what-are-mega-man-robot-masters-called-in-japan/

http://megaman.wikia.com/wiki/Green_Biker_Dude#Green_Biker_Dude

http://megaman.wikia.com/wiki/Megaman_X2

http://megaman.wikia.com/wiki/Mega_Man_X6

http://megaman.wikia.com/wiki/Mega_Man_Zero_(series)

http://www.gamefaqs.com/nes/578552-tetsuwan-atom/data

http://www.gamespot.com/articles/tgs-07-mega-man-celebrates-20th-anniversary/1100-6179759/

http://megaman.wikia.com/wiki/Alia

http://megaman.wikia.com/wiki/Gate
Share on Google Plus
    Blogger Comment

0 Comentários:

Postar um comentário